Morre aos 86 a pioneira da computação e defensora dos direitos dos transexuais Lynn Conway

3 weeks ago 58
ARTICLE AD BOX

Morreu aos 86 anos a cientista de computação americana Lynn Conway, que se tornou símbolo da luta contra a transfobia. Conway foi demitida pela IBM na década de 1960, depois de contar aos gerentes que era transexual, apesar de suas significativas inovações tecnológicas. Após 52 anos, recebeu um raro pedido de desculpas formal da empresa,

Seu marido, Charles Rogers, disse que ela faleceu em um hospital devido a complicações de dois ataques cardíacos recentes.

Em 1968, após deixar a IBM, Conway foi uma das primeiras americanas a passar por cirurgia de redesignação sexual. Ela, porém, manteve isso em segredo, vivendo no que chamava de modo “furtivo” por 31 anos com medo de represálias na carreira e preocupação com sua segurança física.

Ela reconstruiu sua carreira do zero, eventualmente chegando ao lendário laboratório Xerox PARC, onde fez importantes contribuições em sua área. Depois que ela tornou pública sua transição em 1999, ela se tornou uma proeminente ativista transexual.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Leia o artigo inteiro